terça-feira, 4 de agosto de 2009

A vã filosofia.


Nunca haverá duas pessoas que pensam totalmente igual em tudo.

A esfera de ensinamentos e ideologias que cerca cada pessoa em sua formação, não a biológica, mas aquela que compõe cada carácter e define cada pessoa em sua essência, é diferente. Mas as pessoas mudam, aliás, todos devem o fazer. Se a palavra vida inspira além de existência, expressa evolução, jamais se deve pensar que as coisas não mudam, a não ser que a intensão seja de apenas existir.


Algumas bases, porém, podem permanecer imutáveis, como as bases morais que variam de acordo com a sociedade em que se vive e com os componentes que formam aquela esfera ideológica que são atirados na composição de cada indivíduo. Estas bases relativamente comuns a um meio, são fixadas de tal maneira, que se tormam parte de cada pessoa.
Com tanta fixação, é comum que algumas idéias se tornem verdades absolutas e inquestionáveis sendo assim transmitidas de geração á geração, num ciclo moralmente favorável.

Porém, o mundo, com tanta vida e diferença, é muito mais rico do que se pode imaginar, e na maioria das vezes, não vale a pena se entregar á cegueira, por mais que essa seja a opção mais fácil e conveniente, a mais difícil pode revelar muitos ângulos antes exclusos; como citou Einstein " A mente que se abre a uma idéia jamais volta ao seu tamanho original" .
Apenas a teoria de enxergar tudo, como se não soubesse nada, num primeiro e puro olhar, sempre fará aflorar a riqueza do mundo aos olhos de quem realmente vê e mostrar o quão pouco se sabe á medida que se procura saber.

Como na conhecida frase de Shakespeare :
"Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia".

17 comentários:

  1. Olá, te achei por acaso, e adorei seu texto. Estou te seguindo.

    Creio nessa frase de Shakespeare, pois pra mim. As coisas vão muito mais além...
    abraços.

    ResponderExcluir
  2. è você que escreve esses textos? São muitos legais!! Ah! Obrigado pela visita.

    www.yottapop.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Sim, Murilo , sou eu que os escrevo :)
    Obrigada !

    ResponderExcluir
  4. Ta de Parabens Éricaa!!!
    Vc é uma boa professora de filosofia viu!!!
    Bjos...

    ResponderExcluir
  5. Me encanta este tipo de blogs, ojala hubieran mas por internet.. sinceramente pienso que lo que escrives es exelente, con un sentimiento y sentido de la refleccion unicos, deberias estudiar algo relacionado con la filosofia, o con las letras, estoy seguro que sorprenderias a muchos ;)
    Tu vison y profundidad es genial, sigue asi Erica :)

    ResponderExcluir
  6. Belo texto, Parabéns ; )
    E a frase de Shakespeare se encaixou muito bem.

    ResponderExcluir
  7. você escreve muito bem
    belo texto!
    me fez refletir um pouco rs
    beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Muito bom o texto...
    verdade quanto mais temos conhecimento mais queremos saber!
    Parabens pelo blog!

    ^^

    ResponderExcluir
  9. realmente ! e eu prefiro assim, alguém 100% parecido comigo seria um porre... mesmo c fosse a Gisele Bunchen (é assim q escreve?) o legal d viver é aceitar as diferenças e conhecer um pouco d tudo... o inesperado dá medo mas é divertido !

    Comente no meu também, ok ?
    http://www.escolhaopcional.blogspot.com
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. cada um realmente pode ir se moldando da maneira q achar melhor.. viva ao direito do livre arbitrio ^^

    ResponderExcluir
  11. Você tem mesmo 15 anos?

    Você esbarra com um relativismo antropológico tão dificil de se definir. ^^'

    Você dialoga com Boas, Clastres, Focault e tantos outros autores clássicos da Filosofia e das Ciências Sociais. '^^

    E, me diz, você tem mesmo 15 anos?

    Parabéns.
    Mas não um "parabéns" qualquer.
    Um "parabéns" que vem do fundo, lá de dentro.
    Achei lindo isso aqui,
    Estou caminhando contigo,

    Beijo.

    Kaio Rafael.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Ahh, deu vontade de conversar com você antes da sua próxima postagem. ;p

    Com certeza as ideias reflexivas desse meio não tem qualquer coisa a ver com a idade, nem de longe. Uma série de fatores sociais e blablabla sociológico deixam isso claro. Mas o que me deixou bobo foi sua maturidade. Cá entre nós, seus pensamentos possuem uma profundidade rara. E com 15 anos definitamente (apesar de me considerar um tanto maduro já com essa idade) eu não esbarrava em questões como essa. Ainda mais com tamanha naturalidade.

    Sim, parece que a gente gosta muito de escrever.
    Mas eu acredito não merecer os parabéns. E nem estou no clima pra tentar dizer o porquê disso.
    Mas se você gostou, bom, quem sou eu pra não sorrir diante um elogio?
    Obrigado sincero. '^^

    Continuemos assim, pois.
    Principalmente você, que começou a escrever relativamente anos antes de eu saber que essa dimensão mágica existia. =)

    Beijo carinhoso. :*

    Prazer enorme em conhecer. :)

    ResponderExcluir
  14. Erica do céu, você é tão... tão inteligente e madura.
    Sério, seus textos são de uma sabedoria; são reflexivos, profundos...
    Não sei nem adjetivar, só sei que gosto bastante.
    Parabéns por ter essa visão sobre as coisas da vida.
    Mantenha essa ótima visão até o fim.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. deitou erica...escrevendo sabiamente....curti mto...bjao

    by:rodrigo baccaro

    ResponderExcluir
  16. OLÁ!!
    Sou Erica Rodrigues, achei você procurando um antigo blog meu,que grata surpresa,textos muito bons,minha xara!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...